quinta-feira, 28 de novembro de 2013

"Véu da Lua"






















Querido Deus, sou uma eterna menina acorrentada pelo um sonho atroz
Peço-te Senhor, que neste natal de Jesus, me traga uma doce quimera
Afugente-me, desse corvo negro, por um instante só, eu peço à voz!
Há, se o sol azul, o anjo de mel ouvissem meus gritos, há quem me dera.

Embaixo do arco-íris há um secreto talismã, e um pedaço do paraíso!
Eu tu, e as estrelas e lembranças, de uma prece ao pequenino beija-flor
Duas almas em um só corpo, com gotas de amor, é tudo que eu preciso
Um segundo pra te amar, debaixo do Céu, com muita chuva de amor.

Impregnada em teu corpo é onde quero está, sem meus sonhos adiado
Longe de você sou um pássaro ferido, sou um anjo de asas quebradas
Sou, chuva e solidão, sou gotas de desgosto, tenho coraçãozinho quebrado
Sem você estarei num pedaço do inferno, com fome de amor, extasiada.

Que anjo tu ES? anjo de gelo anjo invisíveis, anjo do silêncio, anjo de mel?
ES o grande anjo?anjo de fogo, meu doce anjo, anjo de branco no Santuário?
Que no silêncio cego, de um sonho tosco, o vento levou, todas, gotas de fel,
E você não era o cara, te fiz prisioneiro do amor, apenas... Homem imaginário.

Minha alma gêmea, meu grande e louco amor, o vaga-lumes, do meu segredo,
Por ti enfrento o apocalipse com verbo mudo, não desvaneço me chama de tua!
Com instinto primitivo, solitária, zonza de tanto querer te amar, te amar  sem medo
Num palco de ilusões à portas fechadas o eterno espetáculo você eu o véu da lua.





(OBS) imagem do Google.       Maria Machado