quarta-feira, 23 de julho de 2014

"Eternas Juras"


















Com um % de esperança pra te amar, me perdi de ti amor!
Decaí-me ao ermo profundo na tua ausência vil sufocante,
Com desejos de afaga-la teu corpo cheiroso e sentir teu calor!
Ouvir tuas eternas juras deliciosas que me tornavam confiante.

Que foram tecidas pelo o destino macabro que te levou de mim!
Separou nossos dias, escureceu minh'alma, devastou meu mundo
Arrancou de mim o sorriso alegre que via florir todos os jardins!
Maldiçoou melancólicos atos,  meu coração infermo e vagabundo.

Que hoje vive a vagar n'outros páramo, sem rumo sem direção!
Perdido e contaminado pelo o ódio, destroçado morto sem saída
Pulsa desnorteado, condenado ao léu sem ti... Ó maldita prisão!
Ecoam gritos no vazio obscuro... Ó espírito moribundo sem vida.

Ó sepultuosa alma minha chora lamurienta com esse fado atroz
Preso na linha do tempo, sem um ponto final... Ó  descunjuras!
Ao pó voltastes ao funébrio donde deita e dorme e chora por nós!
Saudosamente às lágrimas caem descompondo tuas...  Eternas juras.




OBS: IMAGEM DO GOOGLE

                                                                    Maria Machado

14 comentários:

  1. Eternas e lindas juras! Beleza sempre aqui! bjs praianos,chica

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá querida Chica, que bom mais uma vez estou postando uma poesia com o mesmo sentido de dor, pois não posso sair dessa mesmice, é tudo que tenho nesse miomento. Apenas vou passar uns tempo sem escrever.

      Um bj amiga, e obrigada pelo o carinho de sempre!

      Maria Machado

      Excluir
  2. Juras que ficaram para uma eternidade.
    Lindo poetar amiga Maria Machado.
    Bjs
    Carmen Lúcia.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Querida Carmem tudo bem! Obrigada seu comentário me são forças para mim nesse momento. Obrigada querida!

      Bjs!

      Maria Machado

      Excluir
  3. Olá Srta, linda linda poesia, as juras de amor só ocorrem quando não há amor, acredito! abraços

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Meu amigo dos olhos verdes obrigada pelo o carinho de sempre.
      Um abraço!

      Maria Machado

      Excluir
  4. Maria,
    Temos outros caminhos a trilhar enquanto vivos, vamos deixar nossos companheiros dormir o sono dos mortos até o fim do mundo, quando você não irá encontrá-lo, pois um não saberá quem é o outro.
    Um beijos
    Lua Singular
    Fiz outro comentário na postagem abaixo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Minha querida Dorli, que bom te ver aqui amiga, eu estou muito sem criatividade pra escrever, acho que vou dá um tempinho sem postar novas poesias, pois estou trabalhando muito e sem tempo.

      Obrigada Dorli um abraço!

      Maria Machado

      Excluir
  5. Com um % de esperança, chatice,
    essa do amor assim tão distante
    na certeza não sabe se ele existe
    esse aventureiro extravagante?

    Se quem jura não mentisse,
    se não mentisse que diz amar
    se a verdade nos olhos se visse
    e se a dor não fizesse chorar!

    Um beijo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Amigo Eduardo que bom te ver aqui, estou preocupada, pois não tive tempo de visitá-los meus amigos, mais irei se Deus quiser.

      Um abraço meu amigo!
      Perdoe-me pela ausência
      Meu tempo corre perigo
      Estou numa turbulência.

      Abraços!!!

      Maria Machado






      Maria Machado

      Excluir
  6. Oi Maria
    Uma saudade sentida numa eterna jura de amor. Belíssimo poema!

    Hoje venho te abraçar e te parabenizar

    Parabenizo você
    escritora que usa a imaginação
    e tece versos com perfeição
    você prosador que tece uma bela ficção
    e expõe teus sentimentos e anseios
    numa exuberante composição literária

    Parabéns pelo seu dia!
    Que a inspiração seja abundante
    para você extrair da alma
    os sentimentos que usa
    para compor com maestria e lirismo
    a sua glamourosa escrita poética

    Parabéns ESCRITORA!

    ResponderExcluir
  7. Parabéns Maria, como sempre, arrasando nas poesias!
    Quando puder, me faça uma visita. Depois de algum tempo parado o blog está de volta e agora com domínio proprio. http://www.dicasdaandy.com/
    Mil Beijos!

    ResponderExcluir
  8. Querida Maria
    Sempre ouvi dizer que«Quem mais jura,mais mente».
    Sente-de triste,porque está a pensar na tristeza!
    Pense só ma alegria.Seja feliz.
    Fique bem,como eu fiquei,depois de ler o seu belo e triste poema.
    Um beijinho
    Beatriz

    ResponderExcluir
  9. Olá, cara e estimada amiga.
    Depois de longa ausência, volto a lhe visitar e o faço me expressando em poucas palavras:
    “Que a Luz do Sagrado ilumine o vosso caminho...”
    Aceite meu abraço e até mais!

    ResponderExcluir