sexta-feira, 13 de junho de 2014

"O Voo de um Anjo"






















Entre Céus e nuvens pousas...  Um Astro belo e radiante!
Com asas grandes branquinhas, sorri... Veste-se com Alvor
Um Astro iluminado cintila no Céu, Tu um anjo cantante!
Ao cume se destaca uma tênue canção ao ouvidos do Criador.

Tua voz ressoa feita brisa forte, contendo eco de encanto!
Fulguras doirados em teus rastros, Tu anjo delírio das nações
Voou cedo em teus sonhos jorrando lágrimas do desencanto,
Efêmera foi à  vida, com legado  imortal pra todas gerações.

Teu canto é inconfundível, tuas palavras vivas, viverá o eternal.
Uma dança só tua cheia de imite que levitavas feito anjo Arcanjo!
Arrebatado para o Céu com a orquestra tocando a melodia final
Com o melancólico Adeus subiu a eternidade, no voo de um Anjo.




 (OBS) Imagem do GOOGLE:     Maria Machado