sábado, 8 de setembro de 2012

"ANTES E DEPOIS"





















Resta saber se existe alguém do outro lado,
Pois as mesma história são citada antes e o depois,
Que de vez em quando você aparece e desaparece
Deixando um abismo profundo,que separa nos dois.

Sem espaço para o meu coração dentro do seu,
Trancastes tudo, há porta abertas,tudo isolada,
Nem parece que um dia fostes inteiramente meu,
Que em teus braços,fui amada, muito amada.

O tempo se encarregou e levou,todo o tempero,
Deixando,água e sal totalmente sem sabor,
Sem nitidez,tudo em cinza, embarçado
Só fio de um velho desejo que sinto por teu amor.

Mais invisivelmente,me oculto,em meu ser,
Sou nada,sou uma fresta sem luz,sem brisa,
Pareço uma folha solta ao vento,perdida,
Desoladamente,meu coração pelo o seu agoniza.




                                    Maria Machado.