sábado, 4 de janeiro de 2014

"Morta Por Ti"






















Esvaio-me morta, junto ao crepúsculo do entardecer
Junto comigo vão-se tudo... Meus sonhos meu legado
Gota de esperança vão-se com a dor atroz de te perder
Que às levo comigo dentro de mais um, sonho adiado.

Minh"alma é presa n"um sonho que aos poucos feneceu
Meu sórdido destino feriu-me, aprisionando meu futuro!
Com um fado pérfido que arrancou teu corpo do meu,
Deixando-me morta, n"um mórbido abissal obscuro.

Onde só ouço soluços do meu coração que por ti  chora!
Desolada faminta, n"um calabouço sem voz amordaçada
Sabendo que o tempo não volta, nem você que foi embora
Restando apenas sonhar, que nos sonhos por ti sou amada.

Nessa vida estou morta sou desgraçadamente um triste ser!
Um espectro opaco que não existe, sem teu amor... Sou nada,
Morta por ti,vestida de dor e saudade ao léu sem poder te ver!
Sou apenas um réu, fui julgada sentenciada... E condenada.





(OBS) Imagem do Google.            Maria Machado