sábado, 23 de fevereiro de 2013

!Zonza de Tanto Querer te Amar"






















Fecho os olhos e te sinto feito gotas de orvalho!
Respingando sobre meu corpo particúla do teu amor,
Exalando teu cheiro predominante inconfundível,
Transpirando  o perfume inebriado do suor do teu calor.

Vem o sereno delicado da chuva e me molha!
Os pingos que escorre na minha pele  parece me encendiar,
Tocam-me só fazem aumentar o meu desejo insaciável
Deixam-me zonza de tanto querer te amar.

Estou presa emvolvida em teus braços frementes!
Sonhando te amando na mais ardente paixão
Embalando meu sono, perdidamente afogada,
Impregnada ao teu corpo nas larvas do teu vulcão.

Queimando-me saciando-me, em tua boca minha sede,
Tu tens o sabor mais gostoso que a doçura do mel.
ES meu manjar dos deuses em volúpias ardorosas!
Sem pressa vou te levar...para as delícias do meu Céu.



                                                                        Maria Machado