domingo, 10 de fevereiro de 2013

" Último Encontro"



Quando olho para a imensidão tenho nítida certeza,
Que me vigias, mesmo ausente toma conta de mim,
De longe teus braços me protegem em forma de vento
Enrosca-se em meu corpo me trazendo teu cheiro de jasmim.

Será sempre meu anjo adormecido,minha esmagadora paixão,
Milhão de vezes te amaria, sempre persistirei em te amar,
Diria todos os porques de tanto amor... De tanto te querer!
Guardarei todo meu ser por inteiro, te darei quando você voltar.

Perdi-me de você, num caminho deserto e tortuoso,
Não percebi que sua alma saíra de cena, havia se rompido,
Apressei meus passos, tentei te acompanhá-la,
Mais você não estava presente, seria só mais um anjo decaído.

Contigo foi-se mimha vida... Deixando-me um minúsculo mundo,
Onde foram desatado os nós que eram o alicerce minha segurança,
Sem querer levou-me ao nosso último encontro... Último beijo gelado!
Naquela pedra fria dormia você meu anjo... Minha eterna criança.



                                                                                       Maria Machado