domingo, 15 de julho de 2012

"Gotas de Amor"

Vejo tudo turvo,meio amedrontada tento fugir
Não quero que perceba o que sinto por você
Uma vontade louca,de ti apertar em meus braços
Um desejo profundo,de viajar contigo através do prazer.


Naquela noite a escuridão prevalecia
Nos seus braços fortes, me quietei por algum instante
Meu coração falando,se rasgando dentro do meu peito
Desgovernado,absurdamente saltitante.


Pedisse ao meu coração,que te amasse
Veio abrasador,"trans"louco,e me beijou
Impedindo-me que eu falasse,ou ouvisse algo
Deixando transparecer,o que seu coração falou.


Naquela noite,as estrelas não refletiam brilho
Uma leve brisa,pelos nossos corpos nos ensandecia
Loucamente mas que profundo e entenso
Um eterno e grande amor,entre você e eu nascia.


Quando pela amanhã os raios do sol,mas docente
Vi teus olhos mergulhados dentro dos meus
Sentir um inrresistível sentimento de um querer
Um desejo descontrolado de beijar os lábios seus.


Foi um querer,mas que querer, louco querer
Uma insana, e absoluta gostosa doação,
Sentimento "trans"louco, que nascera entre tu e eu!
Que faz escorrer gotas de amor,pelo o teu,e o meu coração.










                                   Maria Machado: